Uma pessoa morreu electrocutada durante a passagem da tempestade tropical Chalane pela província de Manica. O fenómeno natural deixou ainda 240 pessoas sem abrigo, 48 residências desabadas e 30 escolas e centros de saúde parcialmente destruídos, para além de vários hectares de milho submersos.

A informação foi partilhada esta tarde após pelo Centro Operacional de Emergência. Segundo o delegado do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, Augusto Alexandre, os distritos de Gondola, Macate, Sussundenga e cidade de Chimoio é que contabilizaram mais danos devido à passagem do fenómeno.

Na vila de Machipanda, a estrada Nacional Seis ficou bloqueada devido a queda de árvores, bem como, a estrada N-240, no troço Dombe-Máquina, no distrito de Sussundega.(Jornal Noticias)

Achou este artigo interessante? Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram para ler mais conteúdo exclusivo que postamos.