Goodwill Zwelithini, o polêmico mas reverenciado rei dos Zulus da África do Sul, morreu aos 72 anos depois de passar semanas no hospital para tratamento de diabetes, anunciou seu palácio.

O rei exerceu grande influência entre milhões de zulus por meio de seu papel amplamente cerimonial e espiritual, apesar de não ter nenhum poder oficial na África do Sul moderna.

“É com a maior tristeza que informo a nação do falecimento de Sua Majestade o Rei Goodwill Zwelithini ... Rei da nação Zulu”, disse o palácio em uma declaração assinada por Mangosuthu Buthelezi, um poderoso político veterano que também é um príncipe Zulu.

O rei foi internado no hospital no mês passado por diabetes.

“Tragicamente, ainda no hospital, a saúde de Sua Majestade piorou e ele faleceu nas primeiras horas desta manhã”, disse o comunicado.

“Em nome da Família Real, agradecemos à nação por suas contínuas orações e apoio neste momento tão difícil.”

Nascido em Nongoma, uma pequena cidade no sudeste da província de Kwa-Zulu Natal, Zwelithini ascendeu ao trono em 1971 durante a era do apartheid aos 23 anos, três anos após a morte de seu pai.

Achou este artigo interessante? Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram para ler mais conteúdo exclusivo que postamos.